quarta-feira, 13 de setembro de 2017

10 dicas para decorar o quarto do seu filho adolescente, sem stress!

Olá perfects,

Uma das coisas que me pedem aqui no blog, é ideias para quartos de rapaz, em especial adolescentes, pois é uma fase um pouco mais difícil.

Para dizer a verdade, não acho assim tão difícil. Lembro-me bem de  há uns anos, uma mãe me contactar, porque tinha dois rapazes que partilhavam o quarto e quando lhes perguntava do que é que gostavam para o quarto, ou que cor queriam, a resposta deles era: Preto! A mãe, em pânico, não sabia o que fazer. Se vos acontecer algo assim, não entrem em pânico. Na verdade, não querem que tudo seja preto. Apenas querem afastar-se das cores de azul bebé, que os liga à infância e que essas cores mais escuras, como o preto, o cinzento ou o azul escuro, sejam o predominante na decoração.

Por isso, aqui vão algumas ideias:

1 - Falem com eles. Perguntem-lhes que cor gostam, o que não querem mesmo. Vejam como se costumam vestir, que cores gostam de usar, se têm um estilo clássico ou mais desportivo.

2 - Mostrem-lhes algumas imagens com exemplos do que acham que podem gostar e peçam-lhes opinião. Apontar o que gostam e o que não gostam.

3 - Pensem no que costumam fazer nos tempos livres, no que gostariam de fazer. Há dois anos decorei um quarto de rapaz (que na altura tinha 13 anos) e que dizia sempre que o seu sonho era ser piloto de aviões. Não queríamos um quarto de bebé com aviões e acabei por conceber o design do quarto com um painel de parede com com cockpit de avião. Ficou espetacular. Usamos tons escuros, dentro do azul e cinza, no resto da decoração e não colocamos mais nenhum elemento temático, pois eu não sei nada defensora de encher os quartos com 1001 elementos de um tema específico. Acho giro um ou outro elemento que faça ligação, mas é só. Tenho muita pena de não ter fotos desse quarto, pois acho que era um exemplo lindo para inspiração, aliás não tenho nenhuma foto dessa casa, que foi sujeita a uma remodelação total e design de interiores. Talvez um dia a minha cliente querida me deixe fotografar alguns pormenores. :)
Têm aqui alguns exemplos de integração de um tema, neste caso a musica, materializado no uso das guitarras, perfeitamente integrado, sem ser demasiado temático.





4 - Não receiem o preto. Na dose certa, misturado com branco e cinza, ou ate com apontamentos de côr de que gostem, pode ficar bem divertido. Além disso, tende a ser uma opção intemporal.


5 - atenção ao estilo decorativo da casa. Não faz sentido optarem por um quarto rústica, se toda a casa é contemporânea e vice-versa. Há sempre formas de adaptar o estilo geral da casa ao gosto dos miúdos. 




6 - Simplifiquem. Os quartos de rapazes não são dados a folhos e cortinas complicadas. Eu não sou grande fã de brilhos, mas nos quartos de rapazes ainda menos. Gosto muito de usar estores e o estilo nórdico costuma resultar muito bem. Tons neutros, padrões geométricos, poucos elementos.


7 - Arrojem um bocado. Um mural original, uma peça de côr, uma parede de tijolo... mesmo num contexto com pouca coisa, fica super divertido. No quarto a seguir têm um outro estilo de que gosto bastante em quartos de rapaz: o industrial. 



 8 - Personalizem. A inicial dele, fotos, um quadro com fotos de amigos, uma pintura que eles tenham feito... O quarto é deles e para eles.

 

 9 - Criem diferentes zonas. Não se esqueçam das necessidades deles. se gostam de ouvir música, se têm de estudar o quarto, se usam (ou jogam) no computador. As necessidades da pessoa que utiliza o espaço estão, para mim, sempre em primeiro lugar e aqui não é excepção.


10 - Pensem no futuro. Se agora são adolescentes, daqui a nada entram para a Universidade e são adultos. Procurem que as opções mais caras tenham isso em consideração. Assim, o quarto cresce com eles com facilidade. 


Espero que este post tenha sido uma boa fonte de inspiração. 

Vejam como decorei este quarto de rapaz, há 3 anos, e que se mantém muito atual, com zonas de dormir, estudar e uma zona mais lounge, vejam no link aqui

Se quiserem que dê dicas de algo em concreto aqui no blog, digam, que gosto muito de saber. Assim, como saber o que acharam deste post. Se gostaram, se foi útil!

Beijinhos,

Inês

BE HAPPY, BE PERFECT!

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Organizar a play + study room

Olá perfects,

Chegou Setembro. Um mês de recomeço. Não sei se é porque a escola marca o ritmo, mas, na verdade, sinto sempre mais que Setembro é um mês para recomeçar do que Janeiro, propriamente dito.

Eu tenho três meninas em idade escolar. Em fases diferentes (uma no nono, outra no quinto e outra no quarto ano). Por isso, ainda tenho bastantes brinquedos (cada vez menos, é verdade) e todas precisam de um espaço para estudar em casa, fazer os trabalhos e ter as duas coisas organizadas.

Quando construímos a casa sempre quisemos ter uma sala multi-funções. Um local que lhes permitisse ter o seu espaço, para usarem diariamente e libertar os quartos de brinquedos e coisas da escola. É claro que ainda há brinquedos nos quartos, especialmente peluches, que procuro ter dentro de baús ou cestos, para evitar que andem pelos quartos soltos ou a apanhar pó. 

Bem, mas voltando para a sala a que gosto de chamar family room, ou também sala onde tudo acontece!! Porquê? Porque é exatamente isso. Esta é a sala onde as crianças deixam as mochilas mal entram em casa. Onde jogam consola e vêem televisão. Também é aqui que brincam e fazem os TPC. Só que não é só! É o espaço onde fazem as festas com os amigos (sempre que não pode ser no exterior) e é ainda a sala que transformamos na altura de Natal para fazer a seia! Nesta sala temos, inclusive, uma mini cozinha de apoio que é muiiiito útil (já mostrei uma foto ou outra do zigzag em mármore que adoro)! 

Sendo assim, tivemos de arranjar uma forma de manter a play/study/family room organizada e prática. A solução foi aproveitar toda uma parede (mede mais de 4m) e fazer um super armário. 
Algumas dicas para caso pensem numa solução destas:
1- Neste caso, para que no futuro o possa mudar de sítio se me apetecer, dois super armários, que parecem só um. Dificilmente conseguirei colocar um armário de 4m noutra parede, mas dois de 2m já não é tão impossível! 



2- como o móvel é enorme foi lacado da cor da parede. No meu caso num cinza clarinho, que adoro e fica lindo  no mobiliário. Já usei em clientes e foi sempre um sucesso.

3- como há sempre aquelas coisas que se usa no dia a dia e que nunca vão ficar bonitinhas expostas, prefiro sempre uma zona fechada. Assim, mesmo que as meninas atirem as mochilas e os sacos do voleibol e não as arrumem como ensinei, não se vê e eu não ando sempre a chatear (fico cansada)! ;)



4- um armário destes pode ser um monstro. Por isso, uma das formas que temos para lhe dar alguma graça é cobrir as costas com papel de parede. Este é da Thibaut e já usei noutras decorações, porque é suficientemente neutro para não cansar e tem o padrão zigzag, o que dá logo um ar muito diferente ao super armário.



5- Decorar as parteiras com os objetos das crianças. Se virem com atenção, o armário tem essencialmente brinquedos, livros delas (têm mais no quarto), capas para colocarem documentos da escola, os álbuns de fotografias e fotografias com molduras que foram oferecendo em batizados, aniversários e que não se enquadram tanto nas outras divisões. ;) é claro que não é daqueles armários que se vê e estão a perfeição de decoração. Com objetos decorativos lindos, pequenos Quadros de arte, livros Espetaculares... No entanto, é um armário de family room REAL, que as meninas  utilizam (apesar de nem sempre o deixarem tão arrumado como ficou)!



6- para melhor organização de cada uma atribuí zonas de armário específicas para cada uma delas. Assim, não há discussões nem problemas.



7- coloquei alguns cestos para podem juntar uma série de brinquedos mais pequenos (têm um só com barbies, outro com as Nancy, outro com pequenos jogos)



8- usei frascos de vidro para guardar aquelas coisas que andam sempre por aí perdidas: roupas das bonecas; Polly pocket; canetas e lápis...



9- para que esteticamente fique com um ar mais agradável: juntar livros por cores; alternar lado de livros e molduras, ou seja, não colocar os livros sempre do lado esquerdo, por exemplo; equilibrar lados com peças altas, nas mesmas colunas; não colocar cestos todos juntos, nem caixas de arrumação de papéis; colocar uns livros na horizontal e outros na vertical, junto a peças engraçadas; expôr alguns brinquedos de que gostam e de forma alternada (vejam os carros, por exemplo)





10- Colocar elementos naturais, uns vasinhos verdes fazem sempre falta.



Espero que tenham gostado deste post e que o tenham achado útil. Dêem a vossa opinião que gosto muito de ler.

Desejo a todas um excelente início de ano e que consigam ter tudo organizado desde já.

Beijinho,

Inês

BE HAPPY, BE PERFECT!

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

DIY arranjo floral fácil



Olá perfects,

como já tinha prometido, fiz um video a mostrar como se faz o arranjo de hortenses artificiais que tenho, neste momento, na minha sala de jantar. A edição deixa muito a desejar... :( mas creio que dá para ver bem como se faz. Espero que gostem. Digam lá o que acham.

Beijinhos,
Inês

BE HAPPY, BE PERFECT!

terça-feira, 18 de julho de 2017

A receita que pediram - mini tartes de amêndoa

Olá perfects,

Como está a ser essa semana? De férias ou a trabalhar? Eu ainda tenho bastante trabalho até Agosto, que é o mês mais calmo, pois vários fornecedores também vão de férias.

Hoje trago-vos um post que não está relacionado com decoração, mas sim com culinária! Bem como tem o twist para as mini tartes, também se pode dizer que tem um bocadinho de decoração. :)  Além disso, este é o blog para as perfect homes, por isso, uma casa com o cheirinho de tarte no forno é tão mais perfeita e feliz!

Na verdade já faço esta receita há muitos anos, mas desta vez decidi, em vez de fazer a tarde de amêndoa tamanho grande, fazer mini tartes. Depois de ter colocado a foto no instagram tive vários pedidos, quer por lá, quer amigas minhas, para partilhar a receita. Por falar em instagram, já nos seguem por lá? Eu vou postando fotos quase todos os dias e várias stories. Sigam-nos aqui e vão ver que vão gostar.


Então aqui vai a tão cobiçada receita, que fica sempre bem. No entanto, já avisei faço para as festas porque é o oposto de sobremesa light!!

esqueci-me de fotografar os ovos!! ;)
Ingredientes para a base:
2 ovos
150g de manteiga à temperatura ambiente
175gr de açúcar (uso amarelo)
175 gr de farinha de trigo sem fermento
1 col chá de fermento
4 colheres de sopa de fermento

Pré-aquecer o forno a 170º.
Bater a manteiga com o açúcar até que fique um creme esbranquiçado. Junte os ovos um a um e continue a bater. De seguida vá juntando a farinha, o fermento e o leite. Prefiro envolver um uma espátula ou bater a pequena velocidade. Espalhar nas forminhas de queques.


Uso esta que é larguinha e é em silicone, acho que comprei no hipermercado, talvez no continente, mas já há muitos anos. Sugiro que não encham muito cada forminha, pois eu gosto de tartes baixinhas. Deixar cozer cerca de 12 minutos (estar atenta porque vê-se a massa a alourar).

Enquanto está no forno, fazer o recheio

Ingredientes para o recheio
125 grs de açúcar (uso amarelo)
125 grs de manteiga
4 col de sopa de leite
200 grs de amêndoa palitada

Num tachinho colocar todos os ingredientes, mexer e deixar derreter a manteiga. Quando a manteiga estiver derretida, deixar ferver durante cerca de 3 minutos em lume médio. Passados esses 3 minutos, colocar em cima das bases, ainda dentro das forminhas. Colocar o forno a 190º e deixar alourar, 7 a 8 minutos aprox. Mas vê-se bem pela cor da amêndoa. O mais difícil é esperar que arrefeça para desenformar, porque o aspecto e o cheirinho são tão bons que toda a gente quer provar. ;)


Espero que gostem e gostava de saber quem experimentou.

Beijinhos,

Inês

BE HAPPY, BE PERFECT!

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Lavandaria na casa de banho!!! A sério?

Olá perfects,

Este é um daqueles temas sobre os quais ninguém quer falar porque, na verdade, havendo opção, ninguém quer ter a lavandaria na casa de banho. E quando tem mesmo de ser? E quando a casa é pequenina e tem uma casa de banho grande, em proporção às outras divisões (à cozinha, por exemplo).

Nesses casos, é uma opção que temos de ponderar, porque pode ser a alternativa mais equilibrada. O que fazer? 
1 - Escolher máquinas o mais giras possível, pois já há várias no mercado. Como vão estar expostas, pelo menos, o design é interessante. 
2 - Usar armários que tapem totalmente a máquinas, se isso não ficar demasiado pesado na casa de banho e se estiverem dispostas a abrir a fechar portas todos os dias (ou pelo menos sempre que vão ligar a máquina, que aqui é todos os dias).
3 - Integrar na decoração, colocando prateleiras com objectos decorativos por cima, alargar a bancada de modo a que a máquina fique lá integrada, mostrando que lá é o seu lugar, em vez de 'foi colocada aqui porque era o espaço que havia'.
4 - Usar cestos giros de apoio, quer integrado nos armários, quer para colocar ao pé da máquina, com a roupa suja.

Acho que estes exemplos são elucidativos e bem giros. E vocês, têm este problema?








Beijinhos e boa quinta feira

Inês

BE HAPPY, BE PERFECT!

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Antes e depois Hall dos quartos


 
Olá perfects,
 
Como estão? Desta vez lembrei-me de fazer uns pequenos videos com o antes de depois deste hall. Espero que gostem e consigam perceber as diferanças. ;)
 
 

ANTES
video
 


DEPOIS
 
video

 
 
Beijinhos,
 
Inês
 
BE HAPPY, BE PERFECT!


sexta-feira, 7 de julho de 2017

Antes e depois de um Hall de entrada

Olá perfects,

Há mudanças que são pequenas, mas que parecem enormes. 

Esta é a zona de entrada de um apartamento no Porto. Colocamos papel de parede e um cabide desenhado por nós e concebido mesmo para o espaço. Não havia mesmo espaço para armário, logo tínhamos de conceber uma coisa gira, gira, gira (3 vezes para perceberem bem a ideia);)  que tornasse tudo mais leve e com muito mais estilo. Chamo-lhe um estilo fresco e chic. As fotos não estão grande coisa, pois tirei eu própria, com o telemóvel e já com pouca luz (não aguentei esperar) mas dá para ver a diferença. O que acham?



Antes


Espero que tenham gostado e que sirva, de alguma forma, de fonte de inspiração.

Beijinhos,
Inês

Be Happy, Be Perfect!

domingo, 2 de julho de 2017

A primeira comunhão da Mafalda - os presentes

Olá perfects,

Já postei sobre a comunhão e têm-me pedido mais informações. Desta vez, venho mostrar os presentes que entregamos aos convidados. 

Como tem sido habitual, porque acho que é uma recordação muito amorosa e de que todos gostam, decidimos oferecer uma fotografia da menina da comunhão. A verdade é que depois não há mais discussão: Oh, não tenho nenhuma foto da menina e blá, blá, blá. Assim, toda a família (avós, tias, bisavós, amigas) á ficam com a recordação. É claro que requer alguma organização e flexibilidade da fotógrafa. Como fizemos? Marquei o cabeleireiro, e estimei a hora de chegada a casa. Fui falando com a Isabel (fotógrafa de serviço - vejam o Fb dela aqui) e agendamos as fotos à minha pequenina, de modo a dar tempo para ela tirar as cópias necessárias antes da missa. Correu tudo muito bem. A Isabel tratou de fazer os cartões para incluir as fotos e voilá, o presente que todos gostam.

Adicionalmente, como já mostrei no post anterior, pedi à Malaquite illustrations (ver FB aqui) para imprimir os Santinhos. Adorei esta imagem, mas como a saia do vestido da Maf era cor-de-rosa, pedi para que a do Santinho também fosse. Ficou um amor, a Maf distribuiu pelos seus amigos, no final da cerimónia e depois deu aos familiares em casa.

Por fim, este ano acabamos por fazer uma coisa que é uma ideia bonita e que, na verdade, é mais um presente para a menina da comunhão. Na viagem a Nova Iorque, não pude deixar de ir à Anthropologie e vi lá esta caixinha com os cartões de agradecimento. Trouxe-a, só porque sim, sem sequer ter um destino específico para ela. Foi então que, já quando preparava a comunhão, me lembrei que seria muito bonito pedir aos convidados para deixarem uma mensagem à Mafalda num cartão. Algo que ela vai adorar ler, de certeza, quando for mais crescida.



E vocês, que outras ideias gostariam de partilhar?


Beijinho,

Inês

BE HAPPY, BE PERFECT!

sexta-feira, 30 de junho de 2017

A Primeira Comunhão da Mafalda - O vestido e não só! ;)

Olá perfects,

Apesar de já não estarmos na principal época das comunhões, algumas enviaram mail a pedir informação sobre onde comprei o vestido da comunhão e outros acessórios. O que vestir na primeira comunhão? é uma pergunta que colocam algumas vezes, considerando que eu já tenho alguma experiência. ;) Na verdade, em alguns casos até porque podem adaptar perfeitamente para casamentos, para as meninas das alianças, por exemplo.

Na altura que comprei o vestido da Maf, tinha andado a fazer uma triagem antes de a levar a escolher. Na verdade, como é a terceira Primeira comunhão, dei por mim a pensar na opção de um vestido mais tradicional. Realmente, nenhuma das outras duas tinha levado um vestido de comunhão totalmente tradicional, por isso, talvez fosse desta.



Como tiveram oportunidade de ver, também não foi desta. Já percebi que a minha tendência é fugir dos vestidos mais típicos e optar por soluções femininas, românticas e sempre com um toque de originalidade. Acima de tudo, vestidos que elas adoram e que gosto muito de lhes ver. A Maf quando viu este vestido disse logo 'ahhhhhh' e bem suspirado, por isso, não havia dúvida. Quase que não arranjávamos número, pois na Pili Carrera do Aviz (já o vestido da Matilde tinha sido comprado lá) já estava esgotado, mas acabamos por arranjar no El Corte Inglés. Os sapatos também foram comprados no El Corte Inglés, assim como o casaco; as meias são da Jacadi. 



Os padrinhos deram-lhe de presente os brincos e a pulseira, que ela colocou toda feliz.




O pormenor que faltava era a coroa de flores. Adoro coroas de flores naturais. A Leonor e a Matilde já levaram coroas em vivaz ao casamento da minha irmã (há 9 anos), a Leonor já levou uma coroa com rosas de santa Teresinha em botões na sua primeira comunhão, apenas para a Matilde optei por um penteado preso, pois achei que ficaria melhor com o vestido que ela levou. Desta vez, voltei a querer a coroa de flores, mas queria que fosse diferente das que já fizemos antes, queria uma coroa em que as flores fossem mais expressivas. Por isso, falei com o Sr. Joaquim, de flores de Joaquim Santos sobre o que gostava, levei foto do vestido e fotos de coroas que me serviram de inspiração e este foi o resultado. A coroa ficou linda e exatamente como eu queria, com os botões abertos e num estilo mais hippie chic, pois o vestido da primeira comunhão assim pedia.




É por tudo isto que recomendo que se trabalhe com os melhores especialistas, desde a roupa às flores, seja nas primeiras comunhões, seja para os casamentos. (defendo exatamente o mesmo que defendo para a decoração) Comete-se muito menos erros e os resultado final é mesmo especial.

Espero ter ajudado e se tiverem dúvidas basta perguntar. 


Beijinho

Inês

BE HAPPY, BE PERFECT!